segunda-feira, 26 de julho de 2010

Calculo I e eu... uma batalha pessoal.


Ola de novo! Estou aqui dessa vez pra relatar brevemente (espero) o caso do curso de Calculo I e o que ocorreu durante todo o período nele. Assim, não é um caso lá tão especial... Mas me orgulho do que consegui fazer. Comecemos então pelo principio.

Já no terceiro dia de aula na Faculdade, tivemos aula de Calculo I. O professor me pareceu uma pessoa muito legal. Gostei de como ele estava levando a aula e de como buscava facilitar o entendimento do assunto. Mas isso não durou muito.

A primeira parte do curso foi simples, era apenas uma revisão de tudo o que tínhamos visto em Matemática desde a 5ª série do Ens. Fundamental, então deu pra levar tranquilamente... bom, era o que eu pensava até a prova.

5,0... essa foi a nota da minha primeira prova de Calculo I. É, vou ser honesto, por ser um assunto fácil, não dei a devida atenção e não estudei para a prova, esperando que esta fosse ser bastante fácil. Mas ao vê-la em minha mesa, percebi que tinha feito uma burrada muito grande.

É incrível como os professores de Matemática conseguem tornar um assunto tão simples em um bicho-de-sete-cabeças... O assunto em si era facílimo, mas a maneira como foi cobrado quebrou 70% da turma (tire isso de uma turma de quase 60 alunos e compute o estrago).

Até ai, tudo ok, visto q 5,0 ainda não é uma nota ruim (é a mínima para ser aprovado)... o que matou mesmo foram as provas seguintes...

O assunto da segunda prova pegou todo mundo de guarda baixa. Limites e Derivadas. Bom, em si ñ é um assunto difícil... Mas ninguém, absolutamente ninguém conseguia entender completamente o assunto com as aulas do professor. Então buscávamos sentar juntos após a aula para tentar entender a matéria... o que, nas primeiras tentativas, não surtiu muito efeito.

Na véspera da prova, pela tarde, eu, Fellipe e Gregory, fomos para a FT munidos de materiais de pesquisa para estudar. Resultado: aprendemos naquela tarde o que o professor em um mês não ensinou a ninguém. Graças a isso consegui tirar suados 6,3 na segunda prova (ainda não era um resultado bom, mas já era melhor q o anterior e estava acima da media necessária das notas).

Com essa melhora, relaxei um pouco e não me preocupei tanto com a terceira prova... O meu pior erro até então...

A terceira prova foi pra “acabar”... Aplicações de derivada. Essa foi minha pior nota até então... Eu consegui tirar incríveis 2.0 na prova. Isso me deixou completamente arrasado. Pra mim, aquele era o fim do curso já que seria obrigado a tirar uma nota muito alta na prova final.

Com ainda um pouco de esperança, fiz a prova substitutiva. Para tanto, estudei muito o assunto da terceira prova a fim de aumentá-la e, conseqüentemente, diminuir a nota necessária para passar na prova final. O problema é que, mesmo tendo estudado tanto, só consegui aumentar minha nota em 0,3... Passando para 2,3.

Esse foi o fim pra mim... Não ia conseguir tirar 5,8 (nota necessária para que eu finalizasse o período com exatamente 5,0 em Calculo I) nunca na prova final, principalmente levando em conta que eu não tinha assistido nenhuma aula de Integrais (assunto da prova final) pelo fato de saber que não faria nenhuma diferença.

Tentando estudar por conta própria, vi que não tinha nenhuma chance de passar... já estava até me preparando para repetir o curso no período seguinte... até que recebi uma ajuda inesperada. Minha namorada, que até então não tinha demonstrado intenção de me ajudar com o estudo (já que ela também estava muito preocupada com seu próprio curso), resolveu me ensinar o assunto. Isso mesmo, me ensinar (é, ela manja do assunto, assim como todos os de Calculo I... quem diria que ela poderia ter me ajudado desde o inicio e eu não sabia... nem ela sabia que eu precisava de ajuda).

Então, na semana da prova final, resolvemos passar uma tarde estudando (que nem sequer foi uma tarde completa... Ela me ensinou em uma hora e meia  o que o professor passou o Mês todo tentando ensinar para minha turma). Isso foi na segunda-feira, sendo que a prova seria na quarta-feira.

Motivado por ela, resolvi sacrificar minhas seguintes noites de sono, virando a madrugada de segunda pra terça e de terça pra quarta resolvendo exercícios. E isso fez toda a diferença.

Cheguei no dia da prova em minha sala de aula seguro de mim, seguro de que ia tirar uma boa nota, mas assim mesmo, ciente de que não sabia todo o assunto. Até que, alguns minutos antes da prova, recebi a ajuda de um colega de sala, o Eric, que me ensinou a parte do assunto que faltava. Com isso, fiz a prova tranquilamente.

Estava muito ansioso para saber o resultado da prova... E esse resultado veio na sexta-feira. Assim que soube que o resultado estava disponível no site, corri para o laboratório de informática para conferir. Imaginem só minha surpresa!

Lá chegando, pude conferir minha nota de Calculo I e, sem acreditar no que via, descobri que consegui tirar 6,1 na prova. Não era muito, mas era o suficiente para que pudesse passar. Com isso, minha média ficou em 5,1... Ruim, mas passável.

É... pra vocês verem. Ralei dois dias e consegui passar em Calculo I. Foi muito cansativo, mas valeu à pena. Exigiu muito esforço e dedicação... que eu não teria gasto não fosse pela minha namorada que me deu forças e acreditou em mim. Muito Obrigado Josy! Vou ficar em divida com você por isso.

Bom, é isso. Já fiz o que prometi fazer. Espero que tenha sido uma leitura agradável.

Um muito obrigado e um abraço do fundo do coração a você que gastou seu tempo lendo esse texto. Até a próxima!

Wladimir Araújo Neto

11 comentários:

  1. Olha, vou começar minha batalha com o calculo 1 , espero ter a mesma sorte que vc, passar. De 30 alunos ano passado, só 6 passaram, oq quer dizer que tem 24 veteranos na minha sala de calculo. Estou super nervosa mesmo, a ponto ate de perder o sono, mas não irei desistir. Vou fazer como vc, estudar bastante e tentar achar alguem para me ajudar :)
    Adorei o texto, serve de incentivo ;*

    ResponderExcluir
  2. bem eu tb vou começar a minha batalha contra calculo 1 e eu não sei como vou passar,tirei 7,0 na outra prova que era só funçoes agora vem o difícil:Limites e deivadas!
    espero conseguir!!!

    ResponderExcluir
  3. Estive no mesmo barco que voce...
    porém passei mais de duas semanas (dias e noites) estudando para a II e III unidade, pois como você, também achei fácil o assunto da I e me dei muito mal, mas com esse esforço deu para passar direto,e vale muito a pena pois no Cálculo IV, onde estou, é de vital importância saber os anteriores..
    Desejo boa sorte a todos que estão ingressando no Cálculo I ^^

    ResponderExcluir
  4. Pô cara ... posso ficar com a tua mina? Só uma tarde.

    ResponderExcluir
  5. Pô cara, entrei agora em cálculo 1 no meu curso e vou te confessar q ñ entendi muito, mesmo com 3 livros enormes aki e estudando pakas. O ruim é q na minha universidade, a média é 7 e eu tô morrendo de medo aki... O que vc me recomenda p ñ fracassar desde o início, já que uma derrota, significa repetir a matéria...???

    ResponderExcluir
  6. Oi, voce tem algum material reunido que seja bom? Se sim, disponibiliza pra gente. Valeu

    ResponderExcluir
  7. Bom, vou tentar estudar o máximo essa semana, vou fazer a primeira prova nessa sexta,na minha universidade não tem revisão, a primeira prova já é de Limites e derivadas, até a Regra da Cadeia e derivada de funções trigonométrica... confesso estou meio deprimida, já estou considerando um possível Exame (prova final) visto minha situação... entendi a teoria básica, faço alguns exercícios do Stewart, mas quando tento resolver as provas anteriores não sai nada ( com épisolons e deltas, todas aquelas derivadas de "e^x" e de ln, senx, cosx e blá, blá,blá...), é simplesmente impossível e frustrante... estou muito desanimada com cálculo 1, e eu vou ter até cálculo 3...

    ResponderExcluir
  8. Olá amigos experientes em CALCULO 1, por onde eu devo fazer a minha base para não me assustar quando pegar a matéria na Universidade. Vou pegar essa matéria em Abril e estou com medo , quero fazer uma base até lá , por onde devo começar , quais são os assuntos básicos ? Obrigado

    ResponderExcluir
  9. Cara, eu tirei 1,5 na primeira prova, preciso de no mínimo 6,5 para conseguir ir pra final e tirar novamente 6,5! É difícil, mas não impossível!

    ResponderExcluir
  10. Passei colando! mas me ferrei no calculo 2 :/

    ResponderExcluir
  11. Fracasso em Cálculo II5 de maio de 2015 18:37

    Apesar da postagem ser de 2010, tenho que compartilhar meu sacrifício, consegui passar em cálculo I, sim, com 9,5, peguei monitoria e ajudo na assistência para outros alunos que entraram na faculdade, porém em cálculo II, estudei tanto, que poderia me formar como professor de matemática. Foram mais de 600 horas de estudo para a P1, que havia dado início nas férias, 600 ainda é um chute pequeno, foi bem mais, havia resolvido TODA a matéria necessária do livro do Stewart, da Diva, e adivinhem? Na fodida prova que fiz hoje, posso tirar 4,1 no máximo, sendo que usei 3 folhas de almaço para resoluções (o que seriam 6 folhas de caderno).

    ResponderExcluir

Poste, mas poste com ética.
ahh... e, de preferencia, coloque seu nome (ou apelido, tanto faz...)